Todos os mais vendidos
Não foi encontrado o modelo para o módulo spextraslider
Ascorbas 125g
  • Ascorbas 125g

Ascorbas 125g

PRODUCTCODE_8683
Hausmann
Avaliação 
25,11 €
Quantidade

  • Compra Segura com Certificado SSL Compra Segura com Certificado SSL
  • Política de entrega Política de entrega
  • Política de devolução Política de devolução
Descrição

 

A maioria dos mamíferos utilizam a nível hepático um sistema de 4 enzimas para produzir o seu ácido ascórbico a partir da glicose e compensar as suas necessidades. O homem carece da quarta enzima, L-gulonolactona oxidase, e por isso depende de uma fonte exógena de vitamina C diária.
A produção nos mamíferos de vitamina C varia de maneira significativa particularmente em situações de stress.
O ácido ascórbico é rapidamente absorvido no tubo digestivo e amplamente distribuído nos tecidos corporais. As concentrações plasmáticas de ácido ascórbico aumentam à medida que a dose ingerida aumenta.
O ácido ascórbico é uma vitamina hidrossolúvel essencial para a síntese de colagénio e de material intercelular. Atribuem-lhe múltiplas funções, destacando-se a varredura de radicais livres, pelo qual se usa como antioxidante tanto na industria farmacêutica como na alimentar.
O ascorbato é uma substância única presente em quantidades variáveis em diferentes partes do organismo. A maior reserva de ascorbato está na retina, mas quantidades consideráveisestão presentes nas glândulas supra-renais e no sémen do homem (o fluido seminal tem 70 mg/L, oito vezes mais que o plasma). A menor concentração está nos leucócitos, eritrócitos e plasma.
O pool corporal de vitamina C nos adultos varia entre 20 e 50 mg/kilo de peso corporal (um adulto de 100 kilos terá uma reserva de 50 g de vitamina C e o catabolismo diário em condições de relaxamento é de 3% da sua reserva corporal). Considera-se que a ingestão diária de vitamina C necessária para manter a saturação dos tecidos é de 1mg/kg do peso corporal, com um intervao de 1 a 1,7 mg/kg peso corporal. Em crianças e adolescentes de 6,5 a 7 mg/kg peso corporal por dia.
Funções do ascorbato de sodio
• Síntese de colagénio e material intercelular
• Estimula o sistema imunológico
• Transportados de electrões
• Ativador enzimático
• Equilibrar processos de oxidação-redução
• Agente quelante
Um sal sódico que não causa moléstias digestivas como pode acontecer quando se toma ácido ascórbico. O ascorbato de sódio absorve-se melhor que o ácido ascórbico e é a formula mais utilizada nos estudos científicos publicados.
A vitamina C eleva a resposta imunológica principalmente nos casos de uma dieta pobre ou em idades avançadas, casos em que a efetividade imunitária está diminuída. Ainda que se desconheça a totalidade do mecanismo de ação nesta área, sabe-se que a vitamina C estimula a produção de IgE e de interferón.
Um dos efeitos mais impressionantes da vitamina C é nas alergias. Atua como antihistamínico natural bloqueando a histamina de maneira significativa, sem efeitos secundários que produz a medicação farmacológica convencional. Estudos publicados demonstraram que 2 a 4 gramas por dia de vitamina C podem reduzir significativamente os espirros e reações bronquiais.
Diversos trabalhos mostraram que doses superiores a 5 grs. contribuem para a redução da constrição bronquial durante um ataque de asma.
Igualmente sugerem a sua utilidade na asma induzida pelo exercício físico.
O acido ascórbico governa a taxa de deposição de colesterol nas artérias. Quando o aporte de vitamina C diminui, os depósitos de colesterol pode aumentar. O melhor efeito da vitamina C sobre o colesterol é a redução dos níveis de lipoproteína.
Num estudo em pacientes diabéticos não insulino-dependentes, 20 receberam 1000 mg de vitamina C por dia ou um placebo por 4 meses. Os pacientes que receberam vitamina C apresentaram uma melhoria significativa tanto no metabolismo do açúcar como da gordura. A suplementação com vitamina C também diminuiu os níveis de insulina plasmática. Os diabéticos mostraram ter níveis elevados de radicais livres e baixos níveis de antioxidantes.
Ao aumentar os níveis de vitamina C reduz-se o dano causado pelos radicais livres e melhorar a ação da insulina. Os pacientes diabéticos apresentam ainda oxidação de LDL. A vitamina C ajuda a prevenir esta oxidação, reduzindo desta maneira o dano arterial. Por outro lado há um aumento dos níveis de glutatião como resultado da suplementação de vitamina C, o qual poderia sugerir que seja esta a causa da melhoria da ação da insulina. Diversos estudos demonstraram que um aumento do glutatião plasmático sanguíneo melhora a ação da insulina sobre a glicose.
 
Ingredientes
Ascorbato de sódio em pó; stevia;
aroma natural de laranja

A maioria dos mamíferos utilizam a nível hepático um sistema de 4 enzimas para produzir o seu ácido ascórbico a partir da glicose e compensar as suas necessidades. O homem carece da quarta enzima, L-gulonolactona oxidase, e por isso depende de uma fonte exógena de vitamina C diária.

A produção nos mamíferos de vitamina C varia de maneira significativa particularmente em situações de stress.

 

O ácido ascórbico é rapidamente absorvido no tubo digestivo e amplamente distribuído nos tecidos corporais. As concentrações plasmáticas de ácido ascórbico aumentam à medida que a dose ingerida aumenta.

 

O ácido ascórbico é uma vitamina hidrossolúvel essencial para a síntese de colagénio e de material intercelular. Atribuem-lhe múltiplas funções, destacando-se a varredura de radicais livres, pelo qual se usa como antioxidante tanto na industria farmacêutica como na alimentar.

 

O ascorbato é uma substância única presente em quantidades variáveis em diferentes partes do organismo. A maior reserva de ascorbato está na retina, mas quantidades consideráveisestão presentes nas glândulas supra-renais e no sémen do homem (o fluido seminal tem 70 mg/L, oito vezes mais que o plasma). A menor concentração está nos leucócitos, eritrócitos e plasma.

 

O pool corporal de vitamina C nos adultos varia entre 20 e 50 mg/kilo de peso corporal (um adulto de 100 kilos terá uma reserva de 50 g de vitamina C e o catabolismo diário em condições de relaxamento é de 3% da sua reserva corporal). Considera-se que a ingestão diária de vitamina C necessária para manter a saturação dos tecidos é de 1mg/kg do peso corporal, com um intervao de 1 a 1,7 mg/kg peso corporal. Em crianças e adolescentes de 6,5 a 7 mg/kg peso corporal por dia.

 

Funções do ascorbato de sodio

• Síntese de colagénio e material intercelular

• Estimula o sistema imunológico

• Transportados de electrões

• Ativador enzimático

• Equilibrar processos de oxidação-redução

• Agente quelante

 

Um sal sódico que não causa moléstias digestivas como pode acontecer quando se toma ácido ascórbico. O ascorbato de sódio absorve-se melhor que o ácido ascórbico e é a formula mais utilizada nos estudos científicos publicados.

 

A vitamina C eleva a resposta imunológica principalmente nos casos de uma dieta pobre ou em idades avançadas, casos em que a efetividade imunitária está diminuída. Ainda que se desconheça a totalidade do mecanismo de ação nesta área, sabe-se que a vitamina C estimula a produção de IgE e de interferón.

 

Um dos efeitos mais impressionantes da vitamina C é nas alergias. Atua como antihistamínico natural bloqueando a histamina de maneira significativa, sem efeitos secundários que produz a medicação farmacológica convencional. Estudos publicados demonstraram que 2 a 4 gramas por dia de vitamina C podem reduzir significativamente os espirros e reações bronquiais.

 

Diversos trabalhos mostraram que doses superiores a 5 grs. contribuem para a redução da constrição bronquial durante um ataque de asma.

Igualmente sugerem a sua utilidade na asma induzida pelo exercício físico.

 

O acido ascórbico governa a taxa de deposição de colesterol nas artérias. Quando o aporte de vitamina C diminui, os depósitos de colesterol pode aumentar. O melhor efeito da vitamina C sobre o colesterol é a redução dos níveis de lipoproteína.

 

Num estudo em pacientes diabéticos não insulino-dependentes, 20 receberam 1000 mg de vitamina C por dia ou um placebo por 4 meses. Os pacientes que receberam vitamina C apresentaram uma melhoria significativa tanto no metabolismo do açúcar como da gordura. A suplementação com vitamina C também diminuiu os níveis de insulina plasmática. Os diabéticos mostraram ter níveis elevados de radicais livres e baixos níveis de antioxidantes.

 

Ao aumentar os níveis de vitamina C reduz-se o dano causado pelos radicais livres e melhorar a ação da insulina. Os pacientes diabéticos apresentam ainda oxidação de LDL. A vitamina C ajuda a prevenir esta oxidação, reduzindo desta maneira o dano arterial. Por outro lado há um aumento dos níveis de glutatião como resultado da suplementação de vitamina C, o qual poderia sugerir que seja esta a causa da melhoria da ação da insulina. Diversos estudos demonstraram que um aumento do glutatião plasmático sanguíneo melhora a ação da insulina sobre a glicose.

 

 

 

Ingredientes

Ascorbato de sódio em pó; stevia;

aroma natural de laranja

Dados do produto
Hausmann
PRODUCTCODE_8683
Novo produto
Avaliações

Sem avaliações neste momento.

Write your review

Astragalus Root

Astragalus Root

Write your review
16 outros produtos na mesma categoria: